segunda-feira, 11 dezembro, 2017

6 coisas que você deve saber antes de escolher a cor do casamento

Depois de responder a pergunta “Quer se casar comigo?”, é chegada a hora de escolher todos os detalhes do grande dia. Isso vai incluir local, quantidade de convidados e, é claro, a cor do casamento! Seja qual for o tom escolhido, é importante pensar com cuidado e ter em mente alguns detalhes importantes sobre a escolha. A cor do casamento vai, literalmente, colorir suas ideias do início ao fim. Então, antes de escolher, confira algumas dicas que selecionamos para você:

1 – Escolha o local do casamento primeiro

As instalações do local que você escolher vão afetar diretamente na escolha da cor do casamento. Pense comigo: imagine você desejar mais do que tudo ter um casamento marrom e dourado. Mas quando escolhe o lugar, percebe que ele é todo decorado com lustres e objetos prateados, brigando diretamente com o dourado e com o marrom. Pode ficar feio, não é mesmo? Talvez fosse melhor escolher um tom de verde ou até mesmo rosa, que vão super bem com o prata. Para não passar por esse problema, escolha o local e depois parta para a cor do casamento.

2 – Mantenha a formalidade em mente

As cores carregam em si determinadas sensações. O dourado, por exemplo, é uma cor sofisticada e elegante. Já o turquesa e o rosa pink, são cores mais alegres e descontraídas. Se você for se casar em uma pousada rústica, escolher cores descontraídas faz todo sentido. Já se você for se casar em um salão sofisticado, talvez seja mais adequado tons de azul e cores mais elegantes.

3 – Escolha uma cor de catálogo de cores como guia

Essa foi uma questão que eu tive com a cor do meu casamento. Quando escolhi os tons, pensei em cores que havia visto na internet e nada casava com o que eu queria. Quando resolvi dar uma olhada em um catálogo de cores de uma gráfica, tudo ficou melhor. Assim eu tinha um guia para a cor que queria usar e consegui mostrar para a decoradora exatamente o que eu esperava. Você pode também usar o catálogo Pantone, que é universal.

4 – Não se esqueça dos tons neutros

Na hora de pensar na cor do casamento, é comum decidirmos só os tons que chamam mais atenção, mas é preciso também pensar em uma cor de apoio. Por exemplo, se você quer um casamento azul e vermelho, que tal usar branco como tom de apoio? Ou bege? Não importa o quão colorido você quer que seu casamento seja, uma cor neutra, suave, é necessária para contrabalancear com os tons fortes.

5 – Pense em texturas e luzes

A cor do casamento é o item mais importante, mas você também precisa pensar se vai usar alguma textura ou iluminação. Isso vai desde o papel do convite até as forminhas de doce, passando pelo buquê e sapatos. Você pode usar a mesma cor com várias texturas, dando uma sensação diferente à decoração. Tecidos são ótimos para fazer isso!

6 – Limite suas cores

Acho que essa é a dica mais importante. Você pode achar todas as cores lindas e querer detalhes nos mais diversos tons, mas é preciso limitar para que a decoração não fique feia. E se torna muito difícil trabalhar com muitos tons de uma mesma cor ou com muitos tons de cores diferentes. Escolha uma, duas ou, no máximo, três cores. Assim, você vai ter uma decoração harmônica.

(Finanças Femininas)
Ad

Outras notícias