quarta-feira, 25 abril, 2018

8 coisas sobre a vida que poderiam ser ensinadas na escola

Há situações do dia a dia que muita gente tem dificuldade de enfrentar porque não sabe como

A escola e a faculdade são ótimas por muitas razões: apresentam alguns dos seus melhores amigos, preparam para novos desafios escolares e profissionais, entre outras coisas importantes. Mas o ensino falha em um ponto: em geral, não prepara as pessoas para a vida.

Há algumas situações que a maioria das pessoas não sabe lidar, até que realmente passe por isso e precise descobrir, muitas vezes na marra, qual a melhor saída. E a pergunta que vem à cabeça é sempre a mesma: “Por que ninguém me ensinou isso antes?”

Tão importante quanto biologia, matemática e gramática é aprender habilidades que possam ser aplicadas na vida real. Veja algumas coisas que fariam toda a diferença se fossem ensinadas nas escolas e faculdades:

1. Como fazer qualquer coisa sem tecnologia

O mundo de hoje é incrivelmente tecnológico. É raro alguém que não tenha um laptop, um smartphone, um tablet ou todos eles. E sim, as coisas só tendem a avançar cada vez mais, mas e se seu computador der um defeito e você perder tudo? E se a internet cair no trabalho? E se você perder seu celular? Há um milhão de exemplos que podem ser usados, por isso também é importante saber como fazer qualquer coisa da maneira “antiquada”.

2. Como gerenciar corretamente seu tempo

Uma agenda superocupada, com estudos e outras atividades, é comum na vida dos estudantes. Muitos dormem tarde, acordam cedo, cochilam fora de hora e acabam procrastinando e deixando o trabalho para o último minuto. Mas, aprender sobre como criar um cronograma mais estruturado pode ajudar não só nesse período, mas sim em todas as etapas da vida.

3. Como ser um supervisor

Alguns professores são extremamente prestativos e podem dar dicas sobre o tema ensinado e até mesmo ensinar truques úteis para a vida profissional. Mas uma coisa que não é ensinada é como ser um bom chefe. A maioria das pessoas não aprende como ser gerente ou supervisor, como ter funcionários e como conversar com eles. Por mais que seja possível aprender isso na prática e com o tempo, seria ótimo que as escolas preparassem os alunos para isso.

4. Como lidar com situações legais complicadas

Não se assuste, mas você se encontrará em algum tipo de situação legal complicada em algum momento da vida, mais cedo ou mais tarde. Acontece! E a menos que você tenha feito faculdade de Direito, você se sentirá completamente despreparada. As faculdades não ensinam o que fazer quando você precisa de assistência legal ou quando você realmente precisa procurar assistência jurídica. Eles não falam sobre os termos básicos que você deve saber ou sobre as coisas que você deve fazer. É assustador quando isso acontece. Saber pelo menos o básico nos pouparia uma boa dose de estresse.

5. Qualquer coisa que tenha a ver com seguro e impostos

É estranho que as faculdades não ofereçam cursos básicos de assuntos ligados a impostos e seguros, que fazem parte da vida de todo mundo. A maioria das pessoas trabalha em período integral e não sabe o que fazer com as contas, os seguros do carro, as declarações de imposto de renda, entre outras situações. As dúvidas são infinitas e todo mundo estaria melhor se tivesse sido preparado para isso.

6. Como comprar/alugar um lugar para morar

Tudo bem se formar e continuar morando com os pais. Mas chegará um momento em que você vai querer alugar um apartamento ou casa, ou comprar algo de sua preferência… E, possivelmente, você não saberá o que está fazendo. O processo de aluguel ou compra é confuso e pode ser frustrante. Seria interessante saber pelo menos o básico sobre imóveis, seguro residencial, pagamento de contas, entre outras coisas relacionadas a isso.

7. Como lidar com o dinheiro

As faculdades não ensinam os alunos a lidar com o dinheiro. Mas os cursos de gerenciamento financeiro deveriam ser uma parte padrão de qualquer currículo, independente da área. A maioria das pessoas encontra dificuldades ao ter que lidar com salários grandes ou pequenos, contas de poupança, contas a pagar e muito mais. E só descobrem o que fazer por conta própria.

8. Ter um “plano B”

Quando você escolhe que curso pretende fazer, a escola te ajuda a se preparar melhor para ser aprovada nesse curso. Depois, a faculdade oferece conhecimento e as ferramentas para exercer a profissão. Mas, e se as coisas não funcionarem? E se nunca encontrar um trabalho na área para começar? Estar totalmente preparado para apenas um tipo de trabalho não vai ajudar caso aconteça algo grande que mude tudo.

Saber lidar com isso faria diferença não só na vida profissional, mas também na vida pessoal de cada pessoa, que aprenderia a lidar melhor com diferentes situações ao longo da vida.

(Dicas de Mulher) 

Ad

Outras notícias