terça-feira, 23 janeiro, 2018

Número de homicídios de pessoas LGBT pode ser recorde em 2016

O número de homicídios de pessoas gays, lésbicas, bissexuais, travestis e transexuais deve crescer em 2016 e superar as ocorrências dos últimos anos. A tendência é revelada pelo Grupo Gay da Bahia,  que anualmente elabora o Relatório de Assassinatos LGBT no Brasil. Dados preliminares do levantamento apontam que o ano deve ser fechado com o total aproximado de 340 mortes, maior número registrado nos últimos anos.

“No ano passado (2015), foram 318 mortes. Até agora, estamos com 329 mortes, mas temos alguns casos aguardando confirmação e o ano deve ser fechado com aproximadamente 340 mortes. Em 36 anos que monitoro os dados, nunca chegamos a esse número”, afirmou Luiz Mott, antropólogo fundador do Grupo Gay da Bahia (GGB).

Segundo ele, o aumento se deve a vários fatores, como a coleta mais sistematizada de informações e a reação conservadora ao maior número de pessoas que vem assumindo sua condição sexual. “Hoje, tem mais homossexuais e trans saindo do armário por causa das paradas gays e outras campanhas; e isso os deixa mais expostos a situações de violência, o que levou ao aumento generalizado de crimes”, explicou Mott.

O estudo mostra que a maior parte das mortes (195) ocorreu em via pública, por tiros (92), facadas (82), asfixia (40) e espancamento (25), entre outras causas violentas. O assassinato de gays lidera a lista com 162 casos, seguido dos travestis (80), transexuais femininas (50) e transexuais masculinas (13). A instituição recebe informações das mortes por outras entidades, por familiares e amigos das vítimas, mas a principal fonte da base de dados são os casos divulgados pela imprensa. O levantamento é reconhecido pela Secretaria Especial de Direitos Humanos.

A subnotificação das mortes ainda é um desafio para as entidades que monitoram o problema. Mas, só pelos resultados do último relatório, a ONG constatou que uma pessoa LGBT morre a cada 28 horas no Brasil. E se a tendência de aumento se confirmar, o intervalo pode cair para 24 horas. “É apenas a ponta do iceberg, porque muitos são assassinados e as testemunhas escondem”, disse Mott.

Nordeste lidera

O estudo mostra que a liderança dos casos nos últimos anos é do Nordeste, mas outras regiões tem despontado com casos graves. “Atribuo isso ao conservadorismo e à falta de informação. A surpresa deste ano é o estado do Amazonas, que registrou até o momento 29 mortes. Proporcionalmente, o dado é chocante, embora São Paulo sempre registre o maior número absoluto”, disse Mott.

Entre os casos contabilizados, está a morte recente do ambulante Luís Carlos Ruas, espancado na noite de Natal por dois homens, numa estação de metrô em São Paulo, ao defender moradores de rua e travestis. O GGB configurou o ataque como um crime LGBTfóbico. Apesar de se tratar da morte de um heterossexual, de modo indireto “não deixa de ter também um crime LGBTfóbico. Afinal, a confusão começou pela defesa de uma travesti”, explicou Agatha Lima, integrante do Conselho LGBT de São Paulo e da Associação de Transexuais, Travestis, Transgêneros.

Cerca de “99% dos crimes contra LGBTs tem como agravante a intolerância, além da vulnerabilidade de grupos como os travestis, que geralmente estão nas ruas em condições mais marginalizadas, envolvidas com prostituição e uso de drogas devido à exclusão sofrida em outros espaços da sociedade”, explicou Mott. A opinião é compartilhada por outras organizações de defesa dos direitos das pessoas Trans, que engloba homens e mulheres transexuais e travestis.

Líder mundial

O alto índice de violência levou o Brasil à liderança do ranking mundial de assassinatos de pessoas transexuais em 2016. Das 295 mortes de transexuais registradas até setembro deste ano em 33 países, 123 ocorreram no Brasil, de acordo com dados divulgados em novembro pela ONG Transgender Europe. O México, os Estados Unidos, a Colômbia e a Venezuela seguem o Brasil em números absolutos do ranking de mortes de transexuais.

O relatório europeu mostra que, de janeiro de 2008 a setembro de 2016, foram registradas 2264 mortes de transexuais e transgêneros em 68 países. Nos oito anos da pesquisa, o Brasil contabilizou 900 do total dos casos, o maior número absoluto da lista. “Há décadas o Brasil é campeão mundial nos crimes contra a população LGBT. Comparativamente aos EUA, por exemplo, matamos de 30 a 40 LGBTs por mês, enquanto que lá morrem 20 por ano. O principal motivo é a LGBTfobia individual e cultural, que incrementa os crimes letais no nosso país”, diz Mott.

A conselheira Agatha Lima, disse que as associações estão dialogando com a ONU sobre essa questão. “Em primeiro lugar, isso é um absurdo. Em segundo lugar, ao mesmo tempo que o Brasil é o país que mais mata, é também o que tem a maior clientela para os profissionais do sexo trans. No país inteiro, existem 1,4 milhão pessoas trans, e 90% delas vivem do mercado do sexo, por causa da exclusão e do preconceito que sofrem no mercado de trabalho formal, em casa e nas escolas”, disse.

Agência Brasil

Corpo de padre vítima de acidente de trânsito é velado em Marília

O corpo do padre Manoel Cirino de Souza começou a ser velado às 6h desta quarta-feira (28), na Igreja Matriz do Sagrado Coração de Jesus, em Marília (SP), segundo informou a Diocese da Igreja Católica. O sacerdote, que atuava na Paróquia de Nossa Senhora Aparecida, em Flórida Paulista, morreu na tarde desta terça-feira (27), depois de ficar cinco dias internado, em consequência de um acidente de trânsito do qual havia sido vítima na Rodovia Comandante João Ribeiro de Barros (SP-294), em Lucélia, na última sexta-feira (23). O sepultamento também ocorrerá em Marília (SP), nesta quarta-feira (28).

Por meio de comunicado, a Diocese informou que às 15h será celebrada uma missa exequial, presidida pelo bispo diocesano de Marília, Dom Luiz Antônio Cipolini. Às 16h30, o cortejo sairá da igreja com destino ao Cemitério da Saudade, onde ocorrerá o sepultamento às 17h, de acordo com a Diocese.

Nesta quinta-feira (29), às 19h30, o bispo diocesano celebrará uma missa em sufrágio da alma do padre Manoel, na Igreja Matriz de Flórida Paulista, segundo o comunicado.

O padre, que tinha 48 anos, estava em tratamento na Unidade de Terapia Intensiva (UTI) da Santa Casa de Misericórdia de Marília (SP), desde o dia do acidente.

A igreja onde ocorre o velório fica localizada na Rua Etelvina Teixeira da Silva, 33, no Bairro Prolongamento Palmital.

“Louvemos e agradeçamos ao bom Deus pelo ministério presbiterial do Padre Manoel, que, durante 19 anos, cuidou com solicitude e zelo pastoral daqueles que lhe foram confiados. Que ele contemple nos céus os mistérios que celebrou na terra”, afirmou, em nota, o bispo diocesano Dom Luiz Antônio Cipolini.

Ainda segundo o líder religioso, o padre “entregou plenamente sua vida a Deus, após tê-la dedicado ao povo da Igreja Particular de Marília”.

A Diocese informou que a realização do velório e do sepultamento em Marília foi definida “a pedido da família”.

O acidente
O acidente aconteceu na madrugada da sexta-feira (23) e envolveu dois carros e um caminhão, na altura do km 588,850 da SP-294. Dois homens, de 39 e 44 anos, que eram os motoristas dos dois carros, morreram no local da colisão. O condutor do caminhão não sofreu lesões.

Além do padre, também foi socorrida com vida a enfermeira Alessandra Zafanelli Oquiali, de 36 anos, que segue internada no Hospital das Clínicas, em Marília.

De acordo com as informações da Polícia Rodoviária, um Chevrolet Onix, com placas de Adamantina, que era conduzido por um instrutor de 44 anos, seguia no sentido Adamantina–Inúbia Paulista, assim como o caminhão, com placas de Osvaldo Cruz, que tracionava dois semirreboques.

Acidente ocorreu na madrugada desta sexta-feira (23) (Foto: Diego Fernandes / Jornal Folha Regional / Cedida)Acidente ocorreu na madrugada de sexta-feira (23)
(Foto: Diego Fernandes/Jornal Folha
Regional/Cedida)

O carro, então, durante uma ultrapassagem pelo veículo de grande porte, por motivos a serem esclarecidos, colidiu lateralmente contra o último semirreboque, segundo o registro.
Em seguida, o automóvel atingiu transversalmente um Fiat Bravo, com placas de Flórida Paulista, que transitava no sentido oposto. Neste último, estavam o condutor, um agente comercial de 39 anos, o padre e a enfermeira.

Após o acidente, conforme a polícia, o Fiat Bravo ainda bateu em um barranco, que fica depois do acostamento à direita da rodovia, de sua mão de direção.

Os motoristas dos dois carros, de 44 e 39 anos, morreram no local da colisão. Já os outros dois passageiros – a enfermeira e o padre – foram socorridos em estado grave e levados para hospitais em Marília.

A perícia compareceu ao local do acidente e um laudo deve apontar as causas exatas da colisão. O caso foi registrado na Delegacia da Polícia Civil, em Lucélia.

Ainda de acordo com a Polícia Rodoviária, o acidente aconteceu em um trecho com pistas simples e em boas condições, com acostamento pavimentado. O tempo estava bom e a via seca no momento da batida.

G1 Presidente Prudente

Carrie Fisher, a Princesa Leia de ‘Star Wars’, morre aos 60 anos

A atriz Carrie Fisher, mais conhecida por seu papel como Princesa Leia nos filmes de Star Wars, morreu aos 60 anos em Los Angeles.

Foto: AFP PHOTO / GETTY IMAGES NORTH AMERICA / Ethan Miller
Carrie Fisher

Carrie Fisher em foto de 14 de dezembro de 2015, em Hollywood, na Califórnia (FILES) This file photo taken on December 14, 2015 shows US actress Carrie Fisher attending the premiere of Walt Disney Pictures and Lucasfilm’s “Star Wars: The Force Awakens” at the Dolby Theatre in Hollywood, California.

Um comunicado da família, divulgado pela revista People, diz que Fisher morreu às 8h55 da manhã desta terça-feira, 27. “É com uma tristeza muito profunda que Billie Lourd (sua filha) confirma que sua amada mãe Carrie Fisher faleceu às 8h55 desta manhã. Ela era amada pelo mundo e sua falta será sentida profundamente. Toda nossa família agradece pelos pensamentos e orações”, diz o comunicado.

Fisher sofreu um ataque cardíaco durante um voo na última sexta-feira, 23, enquanto viajava de Londres, na Inglaterra, a Los Angeles, nos Estados Unidos. Ela foi levada por paramédicos para um hospital após o avião pousar no aeroporto LAX.

A atriz repetiu sua atuação como Leia recentemente em Star Wars: O Despertar da Força (2015), e deve aparecer no oitavo episódio da série, ainda sem nome oficial, com estreia prevista no Brasil para 15 de dezembro de 2017.

Estadão

Mulher é socorrida inconsciente após bater carro em poste

Uma mulher bateu o carro que conduzia em um poste no canteiro central da Avenida Celestino Figueiredo, no trecho entre as avenidas 11 de Maio e 14 de Setembro, no Parque do Povo, em Presidente Prudente. Conforme a Polícia Militar, o acidente foi por volta das 10h40 deste sábado (24).

Motorista foi socorrida pelo Corpo de Bombeiros (Foto: Heloise Hamada/G1)Motorista foi socorrida pelo Corpo de Bombeiros
(Foto: Heloise Hamada/G1)

Ainda segundo a corporação, a motorista descia em direção à Avenida 14 de Setembro quando subiu no canteiro central e bateu de frente com o poste de energia elétrica.

A PM informou que a mulher foi socorrida pelo Corpo de Bombeiros inconsciente e levada ao Hospital Regional de Prudente.

A identidade e o estado de saúde da vítima não foram informados.

Como o veículo, um GM Celta com placas de Presidente Prudente, ficou parado em cima do canteiro central, o trânsito não foi prejudicado.

Motorista subiu no canteiro central e bateu de frente no poste (Foto: Heloise Hamada/G1)Motorista subiu no canteiro central e bateu de frente no poste (Foto: Heloise Hamada/G1)
G1 Presidente Prudente

Helicóptero da PM pousa na marginal para resgatar grávida em trabalho de parto

helicóptero da Polícia Militar (PM) de São Paulo pousou na manhã desta segunda-feira (19) na Marginal Pinheiros, uma das principais vias da cidade, para resgatar uma grávida em trabalho de parto. De acordo com a assessoria de imprensa da corporação, a mulher foi levada ao Hospital São Luiz, na unidade Itaim Bibi, Zona Sul da capital.

Procurada, a assessoria de imprensa do hospital informou que “a paciente chegou na maternidade em trabalho de parto, foi atendida rapidamente. O bebê já nasceu. Mãe e bebê passam bem.” A criança, que não teve o sexo divulgado, nasceu de parto normal.

Segundo a PM, a via expressa da marginal, perto da Cidade Universitária. A assessoria informou que o marido da grávida telefonou para a Polícia Militar dizendo que a mulher estava passando mal, em trabalho de parto, e que o trânsito congestionado impedia a ida deles ao hospital São Luiz, no Itaim.

A PM acionou o helicóptero Águia. Num trabalho conjunto com a Companhia de Engenharia de Tráfego (CET), um trecho da marginal foi completamente interditado para a descida da aeronave.

Imagens obtidas pela TV Globo mostram o momento do pouso e a retirada da gestante. A mulher tem 36 anos de idade.

G1

Nos postos mais altos, diferença salarial entre mulheres e homens supera 50%

Estudo divulgado hoje (15) pela Organização Internacional do Trabalho (OIT) mostra que o crescimento dos salários em todo mundo teve queda ao longo de 2016, atingindo o nível mais baixo desde 2012. O Relatório Global sobre Salários 2016-2017 revela ainda que a diferença salarial entre homens e mulheres fica acima de 50% nos posto de trabalho mais bem pagos das empresas.

De acordo com a OIT, apesar da recuperação dos salários em algumas economias desenvolvidas no ano passado, como Estados Unidos e Alemanha, o desempenho ruim dos países emergentes puxou para baixo a média mundial. Em todo o mundo, o crescimento dos salários tem desacelerado para seu menor nível em quatro anos, passando de uma alta de 2,5% em 2012 para 1,7% em 2015.

Segundo o relatório, no período imediatamente posterior à crise financeira de 2008-2009, o crescimento dos salários mundiais foi impulsionado por um avanço relativamente forte nos países e regiões em desenvolvimento. Mais recentemente, no entanto, esta tendência se desacelerou ou se reverteu.

Diferenças regionais

O relatório mostra que entre os países emergentes e em desenvolvimento do G20, grupo formado pelas 19 maiores economias do mundo mais a União Europeia, o crescimento dos salários reais passou de 6,6%, em 2012, para 2,5%, em 2015. Já o crescimento dos salários entre os países desenvolvidos do bloco passou de 0,2%, em 2012, para 1,7%, em 2015, o índice mais alto dos últimos dez anos. Em 2015, os salários cresceram 2,2% nos Estados Unidos, 1,5% no Norte, Sul e Oeste da Europa, e 1,9% nos países da União Europeia.

O estudo revela ainda “grandes diferenças” regionais entre as economias em desenvolvimento. Por exemplo, em 2015, o crescimento dos salários manteve uma taxa de 4% no Sul e Leste da Ásia e no Pacífico, enquanto foi de 3,4% na Ásia Central e Ocidental e estimado provisoriamente em 2,1% nos Estados Árabes e em 2% na África. No entanto, em 2015, os salários reais caíram 1,3% na América Latina e no Caribe e 5,2% no Leste Europeu.

De acordo com o levantamento da OIT, analisando a distribuição dos salários dentro dos países, verificou-se, na maioria dos casos, uma desigualdade na comparação do crescimento salarial entre os que recebem as mais altas e as mais baixas remunerações.

Na Europa, os 10% trabalhadores mais bem pagos recebem, em média, 25,5% do total dos salários de todos os empregados em seus respectivos países. Isso representa quase 50% do que recebem os salários mais baixos (29,1%). A parcela recebida pelos 10% mais bem pagos é ainda maior em algumas economias emergentes, como o Brasil (35%), a Índia (42,7%) e a África do Sul (49,2%).

Desigualdade entre homens e mulheres

Quando a comparação é feita entre os salários recebidos por homens e mulheres a desigualdade é ainda mais acentuada, mostra o estudo. “Embora a diferença salarial geral por hora entre homens e mulheres na Europa seja de cerca de 20%, a diferença salarial entre homens e mulheres no grupo dos 1% de trabalhadores mais bem pagos chega a cerca de 45%. Entre homens e mulheres que ocupam cargos de diretores executivos e estão entre o 1% de trabalhadores mais bem pagos, a diferença salarial entre homens e mulheres é acima de 50%”, diz trecho da nota divulgada pela OIT.

O relatório aponta as políticas de salários mínimos e a negociação coletiva como instrumentos importantes para reduzir a desigualdade salarial excessiva. O relatório sugere ainda a regulamentação e a autorregulamentação das remuneração dos executivos como forma de reduzir as desigualdade salariais entre homens e mulheres.

Agência Brasil

Antes de voltar ao Brasil, Neto recebe visita de policial que o resgatou

Com retorno para o Brasil marcado para esta quinta-feira (15), o jogador Neto posou para uma foto com Marlon Lengua, policial que o resgatou quando as buscas por sobreviventes do voo da Chapecoense já estavam suspensas. Esta é a primeira imagem pública do zagueiro desde a tragédia com o avião da LaMia que vitimou 71 pessoas em 29 de novembro.

Lengua encontrou Neto quando todos socorristas já haviam deixado o local, encerrando as buscas para retornarem nas primeiras horas do amanhecer.

A foto foi postada no Facebook pelo irmão de Neto, Leonardo Zampier, no início da manhã desta quinta. “Não ia citar alguém, por receio de ser injusto, mas esse cara aqui, eu penso que, não fosse a atenção, insistência e intuição dele, possivelmente não estaríamos aqui, nos despedindo da Colômbia e retornando ao Brasil com a missão cumprida! Muito obrigado Marlon Lengua! Muito obrigado Colômbia! Muito obrigado Brasil! Muito obrigado Mundo!”, escreveu.

Ainda internado no Hospital San Vicente Fundación, na Colômbia, Neto é o último dos quatro sobreviventes brasileiros a retonar ao Brasil.

“Devemos decolar daqui às 9h (meio-dia no Brasil)”, afirmou o médico Edson Stakonsk. O voo de volta prevê parada em Manaus antes de seguir para Chapecó, para onde já foram levados o lateral-esquerdo Alan Rushel e o jornalista Rafael Henzel. A chegada de Neto está prevista para as 21h (de Brasília).

Veja a mensagem do irmão na íntegra:
“Deus é amor. E amor foi o que senti aqui de todos que o ajudaram, sejam com suas habilidades, sejam com suas orações, sejam os nativos daqui ou de qualquer lugar do mundo.

Aqui vão meus agradecimentos a Deus e a esses anjos da guarda que cuidaram tão bem do meu irmão aqui na Colômbia.

Sintam-se abraçados fortemente por toda nossa família e amigos, sejam vocês socorristas, médicos, enfermeiros, voluntários, polícia, Etc. De coração.

Não ia citar alguém, por receio de ser injusto, mas esse cara aqui, eu penso que, não fosse a atenção, insistência e intuição dele, possivelmente não estaríamos aqui, nos despedindo da Colômbia e retornando ao Brasil com a missão cumprida!!!

Muito obrigado Marlon Lengua!!! Muito obrigado Colômbia!!! Muito obrigado Brasil!!! Muito obrigado Mundo!!!”

Jornalista e jogador da Chapecoense deixam a Colômbia para voltar ao Brasil

O jogador da Chapecoense Alan Ruschel e o jornalista Rafael Henzel, feridos no acidente com o avião que levava a delegação do time, deixaram o hospital onde estavam internados na Colômbia e embarcaram para o Brasil na manhã desta terça-feira (13).

O avião é um VC-99 Legacy da FAB (Força Aérea Brasileira) equipado com UTIs móveis. Os feridos estão sendo acompanhados por médicos da Chapecoense e da FAB.

Segundo informações divulgadas pela FAB, a aeronave fará escala em Manaus e Brasília e a previsão é que o voo chegue a Chapecó (SC) às 20h50.

O goleiro Jackson Follmann foi o primeiro ferido a vir para o Brasil, na segunda-feira. Já o jogador Neto, outro sobrevivente da queda do avião, não tem previsão de alta.

Queda

O acidente com o avião da companhia LaMia que levava a delegação da Chapecoense para o jogo contra o Atlético Nacional em Medellín foi no dia 29 de novembro. A aeronave se chocou contra as montanhas na zona rural do municipio de La Unión, no estado de Antioquia, após perder velocidade e altitude constantemente. Antes, o avião deu duas voltas no ar, em uma posição de espera.

Destroços do voo da Chapecoense (Foto: Luis Benavides/AP)

Destroços do voo da Chapecoense (Foto: Luis Benavides/AP)

A queda deixou 71 mortos e seis sobreviventes: além dos quatro brasileiros, salvaram-se os tripulantes bolivianos Erwin Tumiri e Ximena Suarez.

Descobertas iniciais de autoridades colombianas revelam que o avião estava sem combustível no momento do impacto. A investigação tenta determinar o motivo da falta de combustível – uma das hipóteses é que o piloto tenha voado com autonomia de voo justa para a distância percorrida, sem sobras.

As caixas-pretas foram encontradas intactas e estão sendo analisadas na Inglaterra. A LaMia é uma empresa venezuelana que opera na Bolívia.

 (Foto: Editoria de arte/G1) (Foto: Editoria de arte/G1)

(Foto: Editoria de arte/G1)

 G1

Museu da Língua Portuguesa só será reaberto em 2019

Fechado há quase um ano, o Museu da Língua Portuguesa só deve reabrir as portas ao público no fim do primeiro trimestre de 2019. As dependências do museu, no histórico prédio da Estação da Luz, na região central da capital paulista, foram destruídas em um incêndio no dia 21 de dezembro do ano passado, mas apenas hoje (12) os termos para a reconstrução foram assinados entre o governo do estado, o Ministério da Cultura e a iniciativa privada.

Até agora foram refeitas só as partes estruturais, que eram emergenciais, e custaram R$ 3 milhões. De acordo com o governo de São Paulo, a reconstrução foi estimada em R$ 65 milhões, dos quais R$ 34 milhões serão aplicados por meio do resgate do seguro contra incêndio do museu. Já os investimentos da iniciativa privada somam R$ 36 milhões. Além dos R$ 3 milhões da obra emergencial, outros R$ 2 milhões foram aplicados na manutenção do museu.

O projeto de restauração do Museu da Língua Portuguesa teve que ser submetido ao Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan), ao Conselho de Defesa do patrimônio Histórico, Arqueológico, Artístico e Turístico (Condephaat) e ao Conselho Municipal de Preservação do Patrimônio Histórico, Cultural e Ambiental da Cidade de São Paulo (Conpresp). Pelo projeto, deverão ser mantidas as fachadas do prédio da Estação da Luz, com a recuperação e reconstrução das esquadrias de madeira afetadas pelo incêndio.

Participam do empreendimento, além dos governos estadual e federal, a Fundação Roberto Marinho, e os grupos EDP, Itaú e Globo e a empresa de consultoria Granito & Partners.

Na cerimônia de assinatura dos termos entre os parceiros, chamado de Aliança Solidária, o governador de São Paulo, Geraldo Alckmin, destacou a importância de se resgatar o museu, que foi o primeiro do mundo no gênero e recebeu 4 milhões de visitantes em dez anos de funcionamento. Atualmente, as atividades do museu são promovidas por meio de exposições itinerantes.

Lei Rouanet

Para o ministro da Cultura, Roberto Freire, o Museu da Língua Portuguesa representa a “modernidade e o futuro”. Freire disse que o país precisa de incentivos financeiros para estimular a cultura, mas voltou a defender mudanças na Lei Rouanet. Algumas, segundo ele, já estão em andamento, seguindo um critério mais apurado na avaliação das propostas financiadas e melhor fiscalização dos recursos.

“Sem a Lei Rouanet não haveria Museu da Língua Portuguesa e sem a Lei Rouanet não estaríamos aqui assinando os termos para a recuperação do terrível incêndio”.

Segundo Freire, “incentivar os shows [musicais] faz parte da identidade e deve continuar, mas isso não deve ser prioridade”.

O ministro disse que pretende convidar empresários e grandes investidores para parcerias para evitar o fechamento de bibliotecas e outros bens culturais, como o Teatro Nacional de Brasília, de portas fechadas desde janeiro de 2014. “É uma demonstração de descaso com equipamentos e bens culturais. Isso não pode ocorrer e estamos tentando trabalhar o mais rápido possível para que retomemos e tenhamos o teatro reaberto.”

Agência Brasil

Ex-vocalista da dupla Thaeme & Thiago é preso em casa de show

O ex-integrante da dupla Thaeme e Thiago, José Lázaro Servo, conhecido como Thiago Servo, foi preso por dívida de pensão alimentícia na madrugada deste sábado (10) em Jacareí (SP).  De acordo com a Polícia Civil, o cantor tinha um mandado de prisão por uma dívida de R$ 500 mil.

A Polícia Civil de São Paulo alertou os policiais em Jacareí que o cantor, que fez dupla com a cantora Thaeme até 2013, faria um show na cidade e pediram ajuda para prendê-lo.

“Faz um ano que ele não paga a pensão para a filha. Ele não estava sendo encontrado, mas os policiais apuraram informações da agenda de shows dele e nos avisaram”, afirmou o delegado seccional de Jacareí, Talis Prado.

Assim que o cantor chegou para deixar os equipamentos em uma casa de show na avenida Malek Assad, ele foi preso e encaminhado para a cadeia da cidade. Segundo a polícia, ele só será solto se pagar a dívida ou entrar em acordo com a ex-mulher. Caso não pague, ele ficará preso por pelo menos um mês, sem a possibilidade de pagamento de fiança.

Outro lado
O G1 procurou a assessoria de imprensa do cantor, nos contatos informados na página oficial de Thiago e também na página dele na rede social, mas ninguém foi encontrado para comentar o assunto.

Por telefone, a casa de shows onde o cantor se apresentaria nesta madrugada informou que cerca de 100 pessoas aguardavam a apresentação do setanejo. Após a prisão, as pessoas deixaram o local, já que não havia nenhuma outra atração programada.

Ainda segundo a casa, a maioria das pessoas fazia parte do clube dele e entraram de graça no local. As outras pessoas receberam a devolução do dinheiro do ingresso. “Pedimos desculpas a todos que compareceram na casa, ficamos tão surpresos quanto o público”, diz nota da danceteria.

O cantor iria fazer uma apresentação em uma casa nortuna de São José dos Campos, cidade vizinha de Jacareí, neste sábado (10). A casa foi procurada, mas disse que os ingressos são adquiridos no local, quando a casa abre – sem venda antecipada -, e por isso, nenhum cliente terá prejuízo. A atração foi substituída.

 G1