segunda-feira, 11 dezembro, 2017

Caravina visita Assentamento Montana durante Campanha Outubro Rosa

O prefeito de Bataguassu, Pedro Arlei Caravina (PSDB), presidente da Assomasul visitou ontem, dia 19, a sede do Assentamento Montana, localizado no quilômetro 45 da BR – 267.

Com a presença dos secretários municipais de Saúde, Maria Angélica Benetasso e de Desenvolvimento Econômico e Meio Ambiente, Nilo José Perlin; além do vereador Renato Ferreira (PTB) e da presidente da Associação das Mulheres Rurais do Ponto de Cultura do Assentamento Montana, Maria Conceição Pereira Sanches Mendonça, Caravina acompanhou os atendimentos do “Dia D” da Campanha Outubro Rosa desenvolvida na data para o público feminino da comunidade rural.

Na oportunidade, exames preventivos de colo de útero e de mama foram oferecidos as mulheres que buscaram atendimento no local. Testes rápidos de hepatites B e C; HIV, sífilis, além da atualização da caderneta de vacinação também foram direcionados para todos os residentes do assentamento que possui em torno de 70 famílias.

Além dos preventivos, o setor de Vigilância Sanitária ofertou, na ocasião, vacinação antirrábica para cães e gatos no local.

Foto: Micael Nunes

Regina Festas procura profissionais para suprir vagas de emprego em Bataguassu

Com vagas abertas nos municípios de Bataguassu e Presidente Prudente, a Regina Festas está em busca de novos colaboradores. Os contratados vão atuar em uma empresa líder no mercado nacional há mais de 45 anos, sendo exportadora de produtos para vários países. Confira abaixo, as vagas anunciadas

Para Bataguassu a empresa está contratando para os cargos de Coordenador de Pesquisa e Desenvolvimento e Coordenador de Qualidade, Supervisor de Loja e Técnico em Segurança do Trabalho. Já para Presidente Prudente a oportunidade é para a vaga de programador.

Se você tem interesse em atuar em alguma das funções acima, acesse o site do Regina clique sobre a vaga desejada, preencha seus dados e encaminhe seu currículo. Mas seja rápido, pois estas oportunidades podem ser preenchidas ou alteradas sem aviso prévio.

Com informações do Cenário MS/ PCI Concursos

Bataguassu receberá ISS recolhido em transações de cartões de crédito e débito

Vereadores André Bezerra (PT), César Martins (PMDB) e Celson Magalhães (PDT) votaram contra Projeto de Lei do Executivo Municipal que trará mais recursos para município

A Câmara de Vereadores de Bataguassu aprovou na segunda-feira, dia 16, durante Sessão Ordinária, o projeto de Lei Complementar nº 049/2017, de autoria do Poder Executivo que dispõe sobre alterações no Código Tributário Municipal (Lei Complementar nº 2.394/2016, de 27 de dezembro de 2016) para o ano de 2018.

Entre as mudanças está a regulamentação do recolhimento do Imposto Sobre Serviços de Qualquer Natureza (ISSQN) que passará a ser destinado ao local onde é realizada a operação com cartão de crédito, sem aumentar ou incluir impostos aos contribuintes locais, gerando arrecadação municipal. Anteriormente, o tributo era recebido pelas cidades sedes das empresas administradoras de cartões (Visa, MasterCard e outras) a exemplo do município de Barueri (SP).

De acordo com o prefeito de Bataguassu, Pedro Arlei Caravina (PSDB), presidente da Assomasul, o projeto de Lei apreciado pela Casa de Leis trata-se de adequações baseadas na Lei Federal 157/2016, que alterou algumas regras sobre o ISS, fixando em 2% a alíquota mínima do imposto.

“Algumas prefeituras recolhiam, na prática, menos de 0,5% em ISS, uma vez que descontavam da base de cálculo pagamentos de outros tributos, como PIS/Cofins. Com a nova legislação e a regulamentação dessas alterações através do projeto de Lei municipal, Bataguassu terá a oportunidade de arrecadar mais recursos para auxiliar os cofres públicos”, comentou ele, que observa que a mudança na legislação federal se deu através da mobilização de prefeitos de todo o País e que faz justiça tributária aos municípios, impactando positivamente a economia.

O prefeito lembra ainda que a partir da mudança que refere-se além dos serviços de cartões de crédito e débito, leasing, planos de saúde entre outros especificados na lei municipal, estima-se que em torno de R$ 100 mil ao mês sejam acrescidos na receita do município a partir do recolhimento do tributo. “É mais uma alternativa de recursos que observamos e que pode ajudar financeiramente os municípios principalmente nesse momento de crise”, salienta.

Conforme a administração municipal, a Lei que será sancionada nos próximos dias prevê sua regulamentação em até 90 dias.

Votaram a favor do projeto, os vereadores Alessandro Pereira da Silva (PR), Cleyton Rodrigo da Silva (PTB), Dennis Thomazini (PTB), Maurício do XV (PSDB), Reginaldo Alves Costa (PSDB), Renato Ferreira da Silva (PTB) e Vanderley da Silva Bittencourt (PR). Já os vereadores André Bezerra (PT), Celson Magalhães de Oliveira (PDT) e César de Souza Martins (PMDB) votaram contrários à iniciativa do Executivo Municipal.

Foto: Tiago Apolinário

JBS alega insegurança jurídica e divulga paralisação de sete frigoríficos no MS

As sete unidades frigoríficas da JBS em Mato Grosso do Sul vão paralisar operações a partir de amanhã, diante da insegurança jurídica criada pelos bloqueios de recursos da empresa, que somam R$ 730 milhões só no Estado.

A empresa teve o valor bloqueado judicial a pedido da Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) das Irregularidades Fiscais de Tributárias, conduzida por deputados da Assembleia Legislativa.

A informação foi confirmada em nota da assessoria de imprensa do grupo.

Segundo a nota, os funcionários continuarão recebendo os salários, mesmo que a paralisação, por enquanto, é por tempo indeterminado.

“A JBS informa que, em função da insegurança jurídica instalada em Mato Grosso do Sul, suas sete unidades de carne bovina no Estado estão com as atividades de compra e abate paralisadas por tempo indeterminado. Os colaboradores continuarão recebendo seus salários normalmente até que a companhia tenha uma definição sobre o tema. A JBS esclarece que está empenhando seus melhores esforços para a manutenção da normalidade das suas operações e trabalha para proteger seus 15 mil colaboradores diretos e 60 mil indiretos em Mato Grosso do Sul”, informou a nota.

O produtor rural, e ex-presidente da Associação dos Criadores de Mato Grosso do Sul (Acrissul), Francisco Maia, também confirmou ter recebido a notícia da diretoria do grupo em São Paulo.

“Eles comunicaram que vão cumprir todos os compromissos com os produtores rurais e pagamentos de bovinos já firmados, mas que a partir de amanhã suspendem as compras e também os abates no Estado”, enfatizou.

Conforme Maia, a “companhia alega que não pode trabalhar nesta instabilidade jurídica criada a partir das decisões de 1º instância na Justiça estadual que determinaram o bloqueio de recursos da empresa sem respeitar o acordo de leniência feito nacionalmente.

Maia destaca ainda que o grupo afirma que está impossível trabalhar no Estado, depois dos pedidos da CPI de bloqueio de bens.

PROTESTO NA ASSEMBLEIA

Aproximadamente dois mil trabalhadores de frigoríficos da JBS lotaram o plenário da Assembleia Legislativa, na manhã desta terça-feira (17). Temendo demissões em massa por causa do bloqueio judicial das contas da empresa, eles querem que os deputados estaduais intercedam em favor da categoria.

A ação tem impedido algumas atividades dos frigoríficos como, por exemplo, a compra de insumos.

“Estamos muito preocupados. Queremos montar comissão formada pelo governo do Estado, Legislativo, representantes dos trabalhadores, frigoríficos e representantes da avicultura para que seja debatido o desbloqueio das contas da empresa”, disse o presidente do Sindicato dos Trabalhadores das Indústrias de Carnes e Derivados de Sidrolandia, Sérgio Lonzan.

Segundo ele, o risco de fechamento de plantas é pequeno. “Pode até reduzir um pouco o abate, porque vai ter uma readequação no mercado. Assim como outras empresas do setor, eles podem se manter sem usar outros artifício. O JBS é um grupo consolidado”, afirmou.

Correio do Estado

 

Semec presta homenagem aos professores da rede municipal de ensino

A Secretaria Municipal de Educação e Cultura (Semec) prestou uma homenagem aos professores da rede municipal de ensino devido a passagem do Dia do Professor, comemorado em 15 de outubro.

No dia 6 de outubro, a secretária municipal de Educação e Cultura, Regina Duarte de Barros Dovale acompanhada pelo prefeito de Bataguassu, Pedro Arlei Caravina (PSDB), atual presidente da Assomasul percorreram as escolas locais distribuindo rosas e canetas aos profissionais.

Regina comentou que a entrega foi antecipada devido a Semana do Saco Cheio e a interrupção das aulas no período de 9 a 13 de outubro.

Durante as entregas, Caravina destacou a importância do papel do professor na formação dos cidadãos e parabenizou a categoria pela passagem da data. “São profissionais que tem enfrentado muitos desafios em prol de uma educação de qualidade e que merecem nosso reconhecimento pelo trabalho exercido”, destacou o prefeito.

Foto: Micael Nunes

Festa do Dia das Crianças reúne grande público em Bataguassu e Nova Porto XV

Com muitas brincadeiras e diversão, a Prefeitura de Bataguassu realizou no dia 12 de outubro, a tradicional Festa do Dia das Crianças.

Em Bataguassu, a festa foi desenvolvida às 9 horas, no Centro de Eventos. Já no Distrito de Nova Porto XV, o palco da festa foi o Centro de Eventos da Reta A-1, com início às 16 horas.

Durante o andamento da festa, houve distribuição gratuita de algodão doce, pipoca, balas e sorvete; e a disponibilização de brinquedos, como cama elástica, escorregador e castelinho; pintura em rosto, recreações, além de apresentações culturais.

Em Bataguassu, o show “Saltimbancos” apresentado pelo grupo Nega Fulô Produções Artísticas; e no Distrito de Nova Porto XV, apresentações teatrais e musicais a cargo da equipe do Centro Cultural de Bataguassu foram pontos altos da festa, que teve o envolvimento das Secretarias Municipais de Administração e Fazenda; Assistência Social; Educação e Cultura; Esportes e Lazer; Desenvolvimento Econômico e Meio Ambiente; Infraestrutura e Saúde.

O prefeito de Bataguassu, Pedro Arlei Caravina (PSDB), presidente da Assomasul acompanhado da primeira-dama Wanderleia Caravina, de membros do secretariado municipal e dos vereadores Reginaldo Alves Costa e Maurício do XV.estiveram acompanhando o andamento da atividade.

O chefe do Executivo comentou ser uma satisfação poder proporcionar pelo quinto ano consecutivo momentos de alegria e descontração para a criançada.

Caravina agradeceu ainda a participação de todos os que trabalharam para o desenvolvimento do evento.

Brasil manda missão à Espanha para tentar vender mais frutas

Da Agência Brasil

Um missão oficial do Ministério da Agricultura embarca hoje (16) para a Espanha em busca de investimentos estrangeiros para o setor do agronegócio brasileiro. Liderada pelo secretário-executivo da pasta, Eumar Novacki, a equipe estará na Fruit Attraction 2017, uma das principais feiras europeias de frutas e vegetais. O Brasil participa como convidado da organização e terá um pavilhão exclusivo no evento.

Além da feira, Novacki, como representante do ministério,  deve se reunir com importadoras de frutas brasileiras e cumprirá agenda em um encontro  Espanha-Brasil com empresários do setor.

Também integram a comitiva o diretor do Departamento de Negociações Não Tarifárias, Alexandre Pontes, o diretor do Departamento Promoção Internacional do Agronegócio, Evaldo da Silva Júnior, e o superintendente federal em Roraima, Plácido Figueredo Neto, além da coordenadora-geral de Promoção Comercial substituta, Rosilene Lozzi Bandera.

Casos de Sífilis aumentam 5.000% e doença volta a ser epidemia

Gravidade da situação faz Ministério da Saúde lançar Dia Nacional de Combate

número de casos de Sífilis aumentou desenfreadamente nos últimos cinco anos. Segundo dados do Ministério da Saúde, os casos saltaram de 1.249 em 2010 para 65.878 em 2015, um aumento de 5.000%. A gravidade da situação levou o órgão a lançar o Dia “D”, no terceiro sábado de outubro, de combate à doença, segundo o jornal EXTRA.

Os especialistas afirmam que o número de casos aumentou pois o avanço e o custo reduzido dos tratamentos fez as pessoas perderem o medo de contrair Doenças Sexualmente Transmissíveis (DSTs). “Há uma tendência mundial de redução do uso de preservativo nas relações sexuais, principalmente entre os jovens”, explica Aline Junqueira, infectologista do Hospital Adventista Silvestre. Vale ressaltar que a sífilis também pode ser passada de mãe para bebê.

Apesar do tratamento feito à base de penicilina ser eficaz quando aplicado nas fases iniciais, a Sífilis pode trazer graves consequências se não for tratada, como aneurisma, meningite, paralisia geral e demência. Quando o bebê adquire através da mãe, ele pode desenvolver prematuridade, baixo peso, deformações ósseas, articulares e neurológicas (como meningite), surdez, dificuldade de aprendizado e até abortamento.

Notícias ao Minuto

Receita paga 5º lote de restituição do Imposto de Renda nesta segunda

Para saber se vai receber a restituição, o contribuinte pode fazer a consulta no site da Receita ou pelo telefone 146

Receita Federal libera nesta segunda-feira (16) o pagamento do quinto lote da restituição do Imposto de Renda de Pessoas Físicas de 2017. Este lote também pagará restituições residuais de 2008 a 2016.

De acordo com dados da Receita, 2.420.458 contribuintes receberão, ao todo, R$ 3 bilhões, sendo que R$ 99,28 milhões serão liberados para 2.849 contribuintes idosos ou com deficiência física ou mental, que têm prioridade em receber os valores.

Para saber se vai receber a restituição, o contribuinte pode fazer a consulta no site da Receita ou pelo telefone 146.

Notícias ao Minuto

Prefeitura de Bataguassu decreta ponto facultativo dia 13 de outubro

Por conta do feriado estadual dos 40 anos do Estado de Mato Grosso do Sul e do feriado nacional alusivo ao Dia de Nossa Senhora Aparecida, padroeira do Brasil celebrados respectivamente em 11 e 12 de outubro, a Prefeitura de Bataguassu decretou ponto facultativo nas repartições públicas municipais na próxima sexta-feira, dia 13 de outubro.

O decreto foi publicado em Diário Oficial e assinado pelo prefeito Pedro Arlei Caravina (PSDB) esta semana.

Conforme o documento, o ponto facultativo estabelecido para o dia 13 de outubro não se aplica, no entanto, ao Serviço de Atendimento ao Contribuinte (SAC), ao Pronto Socorro Municipal assim como a Secretaria Municipal de Infraestrutura, que estarão atendendo normalmente à população por serem considerados serviços de caráter essencial.

As secretarias municipais retornam às atividades na segunda-feira, dia 16 de outubro, em horário normal de atendimento.

Foto: Micael Nunes