terça-feira, 23 janeiro, 2018

Quantidade de linhas de celular no Brasil caiu pela 1ª vez, revela estudo

A julgar por uma análise da União Internacional de Telecomunicações (UIT), órgão da ONU que monitora o avanço da internet e redes móveis pelo mundo, a quantidade de linhas de telefone no Brasil parou de crescer.

Um relatório divulgado nesta semana pela organização mostra que, em 2015, foram registradas 126 linhas de telefone celular para cada 100 brasileiros. Um ano antes, esse índice era de 139 linhas para cada 100 habitantes.

É a primeira vez que uma análise da UIT mostra queda no número de telefones celulares no Brasil. Os dados corroboram um outro relatório, do instituto IDC, que vem mostrando quedas nas vendas de smartphones no país pelos últimos cinco trimestres.

O mesmo levantamento da UIT mostra que o número de linhas fixas também caiu, de 21,8 a cada 100 habitantes para 21,4 por centena de brasileiros. Outros índices mostraram melhora, porém: a quantidade de casas com computador subiu de 50% para 53%, assim como a porcentagem de residências com internet, que foi de 49% para 54% entre 2014 e 2015.

Maior avião do mundo está em Guarulhos e parte esta noite para o Chile

O maior avião do mundo, o Antonov 225 Mriya, irá deixar o Aeroporto Internacional de Guarulhos na noite de hoje (15) com destino ao Chile. A aeronave veio ao Brasil para buscar um gerador de 155 toneladas, fabricado em Guarulhos, e que será levado ao país vizinho.

A partida estava prevista para as 8h, mas foi adiada para as 19h30.

Maior avião do mundo, Antonov pousou no Brasil para buscar um gerador de 155 toneladas, fabricado em Guarulhos
Maior avião do mundo, Antonov pousou no Brasil para buscar um gerador de 155 toneladas, fabricado em GuarulhosDivulgação/GRU Airport

O Antonov, de fabricação Ucraniana, o único desse modelo em operação no mundo, pousou no Brasil inicialmente no Aeroporto Internacional de Viracopos, em Campinas, ontem (14), para pegar um equipamento que será usado no embarque do gerador.

A aeronave tem 84 metros de comprimento e pesa 175 toneladas, sem carga e sem combustível.

O gerador transportado pelo Antonov tem capacidade suficiente para abastecer 65 mil casas. Essa foi a segunda vez que o Antonov veio ao Brasil. A primeira foi no início de 2010.

Projetado e desenvolvido na antiga União Soviética (URSS), o Antonov tinha originalmente o objetivo de ser um meio de transporte do Buran, o ônibus espacial soviético. No entanto, com o fim da URSS, a aeronave passou a ser usada com fins civis para o transporte de cargas extraordinariamente grandes.

Agência Brasil

Galaxy Note 7: O drama bilionário da Samsung

O inferno astral é uma criação dos amantes da astrologia para justificar uma suposta maré de má sorte, que normalmente ocorre 30 dias antes do aniversário. No caso da Samsung, gigante sul-coreana com faturamento de US$ 180 bilhões, as más notícias chegaram exatamente no mês após o lançamento do smartphone Galaxy Note 7, ocorrido em agosto. Apresentado como uma das principais apostas da companhia para manter a liderança do mercado, a frente da americana Apple, o aparelho passou a apresentar falhas graves como superaquecimento da bateria de lítio e explosões.

Por precaução, o modelo foi proibido de ser ligado em voos. Agora, a empresa corre para retirar totalmente o Note 7 de circulação e, rapidamente, tentar preservar a boa reputação da marca. Na semana passada, a companhia começou a responder a um processo coletivo na Coreia do Sul, que deve custar US$ 231,8 mil (US$ 440 por cliente) à Samsung. É pouco. Mas este pode ser o primeiro de vários outros no mundo. “A demanda dos consumidores não é punir a empresa, mas ter uma compensação”, afirma Peter Ko, sócio do escritório sul-coreano Harvest Law, responsável pela ação.

A própria companhia estima prejuízos de até US$ 3 bilhões por conta do recall do Note 7. Procurada pela DINHEIRO, a direção da Samsung afirmou que “uma vez que recebermos a queixa, iremos checá-la e adotaremos as medidas apropriadas.” Agora, várias ações estão sendo colocadas em prática pela Samsung para atenuar as falhas. Nos EUA, a companhia promete conceder um bônus adicional de US$ 100 na conta telefônica para quem trocar o Note 7 por qualquer outro celular da empresa.

Já na Coreia do Sul, além de poder trocar o aparelho por um dos top de linha da companhia, como o Galaxy S7, o cliente poderá comprar, pela metade do preço, a versão S8, prevista para ser lançada em 2017. O impacto, no entanto, já foi sentido no balanço da Samsung. O lucro do terceiro trimestre da gigante sul-coreana caiu para US$ 4 bilhões, 16,8% a menos em comparação ao mesmo período de 2015. Se contar apenas a divisão móvel, o recall fez a última linha diminuir 96%. “A imagem da Samsung está machucada, mas não é algo irreparável”, diz Roger Kay, analista da consultoria americana Endpoint Technologies. 

“As pessoas entendem que problemas acontecem, mas elas querem ver a empresa procurando soluções.” Enquanto as soluções são procuradas, a Samsung segue sofrendo com críticas. Vídeos satíricos passaram a inundar as redes sociais, como maldosas comparações do aparelho com granadas. Até o presidente americano Barack Obama entrou na onda. “Quando uma companhia lança um smartphone com problemas, ela faz um upgrade e corrige”, afirmou Obama. Após a fala, com um sorriso, ele completou: “A não ser que ele pegue fogo, aí elas tiram o produto do mercado”.

ISTOÉ

iPhone 7 pode chegar ao Brasil mais barato do que o antecessor

O iPhone 7 ainda não teve data de lançamento ou preço revelados no Brasil. Contudo, uma provável tabela de preços foi divulgada nesta semana e, se for real, o novo smartphone da Apple pode chegar por aqui mais barato do que o seu antecessor.

De acordo com o site brasileiro MacMagazine, o iPhone 7 mais barato, de 32GB, vai custar R$ 3.499. No lançamento, no ano passado, o iPhone 6s mais básico, de 16GB, custava R$ 3.999, e hoje pode ser comprado por R$ 2.999 com 32GB de armazenamento.

Já o iPhone 7 Plus de 256GB, o modelo mais caro, deve custar R$ 5.399, bem mais caro do que o iPhone 6s Plus de 128GB lançado no ano passado por R$ 4.899. Confira a tabela completa abaixo, levando em conta que esses valores ainda não são oficiais:

Reprodução

O MacMagazine também acertou os preços dos iPhones nos dois últimos anos antes do lançamento, portanto suas fontes são confiáveis. Ainda segundo o site, o iPhone 7 deve chegar ao Brasil em 18 de novembro.

Olhar Digital

Samsung decide acabar de vez com o Galaxy Note 7

A Samsung desistiu de vez do Galaxy Note 7. Após duas campanhas de recall devido a uma falha que superaquece os aparelhos, a companhia decidiu não colocar o modelo de volta no mercado. “Podemos confirmar (…) que a Samsung descontinuou permanentemente a produção do Galaxy Note7”, afirma a companhia, em nota distribuída pela imprensa estrangeira.

A decisão põe um ponto final no que foi um processo penoso para a marca. O Note 7 deveria fazer frente ao iPhone 7 e outros tops de linha na temporada de vendas de fim de ano, que começará em breve com a Black Friday, mas logo após o início das vendas começaram os relatos de que o modelo superaquece a ponto de causar pequenas explosões.

A partir daí foi ladeira abaixo: órgãos de defesa do consumidor passaram a recomendar a devolução do aparelho, companhias aéreas proibiram o uso do Note 7 em voos e a Samsung resolveu recolher parte das unidades e trocá-las por versões “seguras”. O problema é que os smartphones novos também começaram a pegar fogo, o que forçou a Samsung a dar início a um novo processo de recall.

A produção, então, foi paralisada temporariamente e a empresa disse que pediria aos parceiros que interrompessem as vendas. “Consumidores com a versão original do Galaxy Note 7 ou o Galaxy Note 7 de substituição devem desligar e parar de usar o dispositivo”, recomendou.

O último golpe veio da Oculus, que passou a impedir que donos de visores de realidade virtual usassem os aparelhos em conjunto com o smartphone da Samsung para não haver chance de que o aparelho exploda no rosto de alguém.

Olhar Digital

César está de volta! Assista o primeiro teaser de Planeta dos Macacos: A Guerra:

 

Planeta dos Macaco: A Guerra, continuação de Planeta dos Macacos: O Confronto (2014), ganhou o seu primeiro teaser, quase que um cartaz animado, que mostra a volta do símio César no meio da neve – confira:

War for the Planet of the Apes tem lançamento previsto para 13 de julho de 2017.

Omelete

 

Utilizadores ‘prime’ da Amazon são premiados com biblioteca virtual

Cerca de mil livros estão disponíveis para os felizardos

A Amazon apresentou o Prime Reading, que permite que os utilizadores ‘prime’ tenham acesso a uma biblioteca online rotativa de mil livros, incluindo obras como ‘The Hobbit’ e a saga ‘Harry Potter’. O Prime Reading é a mais recente novidade da Amazon.

Este serviço, no entanto, por enquanto só está disponível para os usuários dos Estados Unidos.

Além da oferta de romances, a biblioteca inclui também BD’s, bem como livros para crianças e revistas como a National Geographic Traveler, People e a Sports Illustrated, salienta o site Cnet.

Brasil tem uma das piores conexões do Netflix

Os vizinhos Uruguai e o Chile, por exemplo, apresentaram números bem melhores

O serviço de streaming divulgou uma pesquisa que apontou que a velocidade de conexão da internet no Brasil é uma das piores no mundo. Um estudo da empresa em 41 países colocou o país com o 9º com pior índice de transferência de dados da Netflix. Os dados foram coletados durante o horário nobre do mês de agosto. Os vizinhos Uruguai e o Chile, por exemplo, apresentaram números bem melhores, de acordo com o UOL.

LANÇAMENTO

A plataforma anunciou nesta terça (4) a data de estreia de “Punho de Ferro”, sua próxima série adaptada dos quadrinhos da Marvel: 17 de março de 2017.

O seriado em 13 episódios acompanha o bilionário Danny Rand (Finn Jones, o Loras de “Game of Thrones”), que retorna à Nova York após anos desaparecido para lidar com seu legado familiar. Lá, usa seu conhecimento de kung-fu para conjurar uma super-força e combater bandidos e corruptos.

“Punho de Ferro” é a quarta série da Marvel produzida pela Netflix. Ela integra o mesmo universo temático de “Demolidor”, “Jessica Jones” e “Luke Cage”.

Juntos, os heróis de todas essas produções batalharão em equipe em “Os Defensores”, aventura ainda sem data de exibição. (Folhapress)

Yahoo nega ter examinado e-mails de usuários

Empresa disse que apenas obedece à legislação e cumpre as leis dos Estados Unidos

O Yahoo reagiu nesta quarta-feira (5) à notícia de que teria criado secretamente um programa personalizado para examinar e pesquisar todos os e-mails recebidos por usuários de seus serviços.

Em uma declaração pública, a empresa evitou negar totalmente a informação divulgada na véspera, mas chamou a reportagem da agência Reuters de “enganosa”.

Segundo o Yahoo, “a pesquisa de e-mails descrita não existe” em seus sistemas.

“Interpretamos de maneira restritiva cada solicitação do governo para obter dados de usuários para reduzir ao mínimo o que divulgamos”, explicou a empresa.

Antes disso, a empresa havia dito apenas que obedece à legislação e cumpre as leis dos Estados Unidos.

Segundo reportagem da Reuters, a empresa cumpriu uma diretriz secreta do governo dos EUA, pesquisando centenas de milhões de contas do Yahoo Mail por ordem da Agência Nacional de Segurança ou da polícia federal norte-americana, FBI.

A notícia de que o Yahoo pesquisou e-mails levou autoridades europeias a questionarem se dados de seus cidadãos foram obtidos de forma irregular nos Estados Unidos. O caso poderia atrapalhar as negociações de um acordo de compartilhamento transatlântico de dados.

Políticos do continente cobraram da Comissão Europeia, órgão executivo da UE, medidas contra a suposta pesquisa de e-mails.

O Comissário de Proteção de Dados da Irlanda, principal órgão regulador europeu em assuntos de privacidade relacionados ao Yahoo, informou que realiza uma investigação sobre o caso. Com informações da Folhapress.