Conferência Municipal de Assistência Social em Bataguassu debate garantia de diretos para fortalecimento do SUAS

Foto Micael Nunes
Foto Micael Nunes

Por Bianca Lima/Assecom-Bataguassu

 

Com objetivo de reafirmar o papel da Assistência Social como política garantidora de direitos, a Secretaria Municipal de Assistência Social e o Conselho Municipal de Assistência Social (CMAS) realizaram ontem, dia 5 de julho, a 11ª Conferência Municipal de Assistência Social.

O evento reuniu autoridades municipais, representantes governamentais, de entidades, usuários e trabalhadores da área de assistência social e demais segmentos do município, com foco em efetivar a política da assistência social local.

Durante a atividade, a secretária municipal de Assistência Social, Ana Nely Castello Branco Sanches agradeceu a todos pela presença e destacou que o papel da pasta é prestar serviço público de qualidade aos cidadãos.

Ana destacou ainda a importância da participação da rede de assistência social do município e da sociedade civil organizada e desejou um bom trabalho aos presentes no decorrer do dia de evento.

Em seu pronunciamento, o prefeito de Bataguassu, Pedro Arlei Caravina (PSDB) também saudou a todos e enfatizou que a conferência municipal é um momento de discussão de trabalho que levará subsídios e propostas para as etapas estaduais e nacionais da reunião.

O prefeito frisou que mesmo diante da crise econômica, a atual administração tem mantido integralmente a política de assistência social, com a manutenção dos serviços de convivência, disponibilização de auxílios financeiros entre outros benefícios ofertados.

Caravina lembrou ainda que a partir da Lei federal 13.019/2014 conhecida como Marco Regulatório das Organizações da Sociedade Civil que entrou em vigor este ano, o município oportunizou a ampliação do apoio as entidades que recebem subsídios municipais a partir de convênios com a administração municipal, sistema de trabalho que tem garantido ótimos resultados.

 “A partir de agora, as organizações sociais precisam apresentar um plano de trabalho que deve ser seguido e fiscalizado pelos conselhos assistenciais e pelo poder público, visando garantir que esse serviço está realmente sendo prestado. Esse é o papel do poder público, oferecer o auxílio financeiro e oportunizar atendimento de qualidade as crianças, adolescentes e demais públicos do nosso município”, finalizou o prefeito.

O presidente do CMAS, João Paulo Mendonça Thomazini além de declarar aberta a 11ª Conferência Municipal de Assistência Social enfatizou a importância da atividade para o debate e formalização de propostas relacionadas a área que serão levadas para as atividades estadual assim como a nacional.

Após os pronunciamentos, a palestra com o tema “Garantia de Direitos no Fortalecimento do SUAS” foi ministrada pela professora do curso de Serviço Social na Faculdade Toledo, de Presidente Prudente, Valderês Maria Romera, graduada em Serviço Social pela PUC de Campinas e mestre em Serviço Social e Política Social pela UEL.

Na sequência, foram realizados debates e formados grupos de trabalhos que culminaram com a eleição de dois delegados e outros dois suplentes, que representarão Bataguassu durante as Conferências Estadual e Nacional previstas para os próximos meses.