quarta-feira, 25 abril, 2018

Fibria contratará mão de obra para atender transporte de celulose

Contratações visam preencher 20% restantes das três mil vagas de trabalho previstas para unidade

Durante a apresentação da linha 2 de produção de celulose da Fibria, em Três Lagoas, o corpo de diretores da indústria confirmou que ainda não foram preenchidas em sua totalidade, às três mil vagas de emprego anunciadas durante sua construção. Os 20% restantes deverão ser completados a partir de agora, com contratações para atender a praça de Aparecida do Taboado, em que há operações dentro do setor de transporte.

Ainda não há números previstos para as contratações, entretanto, o diretor geral da unidade em Três Lagoas, Maurício Miranda disse que logo serão iniciadas. “Os empregos que foram abertos e cumpridos, mas na questão logística, começa a ser incrementada, tanto quanto na capacidade de expedição, como também de recebimento de matéria-prima da planta. Ainda vemos oportunidades de emprego nos próximos meses, para chegar dentro dos três mil empregos diretos e indiretos”, disse.

Ainda há muito trabalho no setor de obras, da linha 2, da empresa de celulose. Ruas e calçamento estão em construção, conforme explicou o diretor de operações, Aires Galhardo. “São áreas que deverão ser concluídas até o final do ano, que precisam de correção e revestimento. As vagas diretas estão praticamente todas ocupadas. Alguns indiretos, em função do crescimento e da produção, é que serão, praticamente, agregados. A parta logística, tanto para abastecimento, quanto de escoamento, que precisará ser preenchida”, explicou.

Maurício Miranda complementou, apontando o setor com vagas no momento. “Especialmente quando falamos de Aparecida do Taboado, onde as operações iniciaram este mês. O nosso operador logístico está implementando, no movimento de transporte de celulose, de Três lagoas, para lá, esta operação, dentro da unidade”, finalizou.

JP News

Ad

Outras notícias